terça-feira, março 02, 2010

MENSAGEIRO DAS ESTRELAS


O primeiro livro de Galileu Galilei poderá ser lido integralmente em português a partir de Março, quatrocentos anos depois de ter sido publicado.

O 'responsável' pela tradução de Sidereus nuncius (Mensageiro das Estrelas) é Henrique Leitão, professor de História da Ciência na Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa. O pretexto foi o Ano Internacional da Astronomia, que termina oficialmente a 17 de março.

Mensageiro das Estrelas revela aquilo que Galileu viu através do seu telescópio entre finais de 1609 e março de 1610, como a rugosidade da superfície da lua, os satélites de Júpiter e muitas, muitas estrelas. "Muito mais do que se pensava existir", explica o tradutor.

Henrique Leitão considera "preocupante" a falta de uma tradução na íntegra para português das obras de Galileu e avança com uma justificação: "Há uma tendência para estas personalidades, como Galileu, serem muitas vezes mais comemorados externamente ou declamatoriamente do que realmente com estudo."

Transformar Galileu num verdadeiro objeto de estudo é assim um dos objetivos da publicação."Tem de se ler o que escreveu: dá trabalho, mas é muito recompensador. E Galileu é muito mal conhecido em Portugal."

O tradutor elogia a forma como o astrónomo conta o que vê, "com imensa arte e capacidade de perturbar as pessoas".As suas descobertas "tornaram-se em factos centrais no lançamento de um debate astronómico importantíssimo no século XVII", conclui.
Em Diário de Notícias

Sem comentários:

Publicar um comentário